O MOVIMENTO DE OCUPAÇÃO DAS ESCOLAS NO INTERIOR DO PARANÁ:

O QUE MOTIVOU OS ESTUDANTES A OCUPAR A ESCOLA

  • Ângela Maria Corso Doutoranda em Educação pela Unicamp

Resumo

Este artigo analisa o movimento de ocupação das escolas públicas – o Ocupa
Paraná – no ano de 2016 protagonizado pelos estudantes do ensino médio.
As ocupações das escolas, de forma geral, foram compreendidas como um grande
movimento de resistência da juventude estudantil às reformas educacionais
voltadas para o ensino médio anunciadas naquele ano pelo Governo Federal
através de Medida Provisória 746/2016. A ação coletiva de ocupar a escola levantou
as seguintes perguntas: o que motivou os estudantes a ocupar a escola?
Como os jovens das cidades pequenas e/ ou no interior do Estado participaram
desse movimento? Trata-se um recorte da pesquisa que está sendo desenvolvida
no doutoramento na Unicamp, na linha Educação e Trabalho, a qual tem como
sujeitos da pesquisa os jovens das escolas que foram ocupadas na cidade de Irati,
pelo fato de termos acompanhado in loco o desenrolar de tal fenômeno social e
pelo potencial de ação sociopolítica que aquele movimento representou.

Publicado
Mai 10, 2020
##submission.howToCite##
CORSO, Ângela Maria. O MOVIMENTO DE OCUPAÇÃO DAS ESCOLAS NO INTERIOR DO PARANÁ:. Entropia, [S.l.], v. 4, n. 07, p. 165/184, maio 2020. ISSN 2526-2793. Disponível em: <http://entropia.slg.br/index.php/entropia/article/view/157>. Acesso em: 24 set. 2020.