MICROAGRESSÕES E O SILENCIAMENTO NA ACADEMIA

  • Roberta Celli Moreira de Araujo Mestranda em Direito (FND-UFRJ)

Resumo

O propósito deste artigo é tratar da microagressão a jovens negros e negras
dentro da academia e o possível silenciamento que decorre deste ato. Para
isso, será feita uma breve análise histórica do período pré abolição, bem como
das teorias raciais surgidas no século XIX. Serão analisados os três tipos de microagressão:
microassalto, microinsulto e microinvalidação, ressaltando as suas
diferenças. O silenciamento será visto a partir de dois prismas: quando aquele
que pratica a microagressão é silenciado e quando aquele que a sofre se cala.

Publicado
Mai 10, 2020
##submission.howToCite##
DE ARAUJO, Roberta Celli Moreira. MICROAGRESSÕES E O SILENCIAMENTO NA ACADEMIA. Entropia, [S.l.], v. 4, n. 07, p. 202/217, maio 2020. ISSN 2526-2793. Disponível em: <http://entropia.slg.br/index.php/entropia/article/view/159>. Acesso em: 05 jul. 2020.